Passagem da bíblia:Numa ocasião, o apóstolo João disse a Jesus: "Mestre, vimos certo homem expulsar demônios (espíritos) pelo uso de teu nome, e tentamos impedi-lo, porque não nos acompanhava." Este homem, evidentemente, era bem sucedido em expulsar demônios (espíritos inferiores), porque Jesus disse: "Ninguém há que faça uma obra poderosa à base do meu nome que logo possa injuriar-me." Portanto, Jesus ordenou que não tentassem impedi-lo, "pois quem não é contra nós, é por nós". (Mc. 9:38-40. Entre Jesus e as religiões eu fico com Jesus.

8.12.10

Conheça a Bíblia

A palavra Bíblia vem do termo grego biblia, o qual tem o significado de pequeno livro, coleção de livros.


O livro que conhecemos como "A Bíblia" originou-se dos escritos sagrados do povo hebreu que divide-se em: A Lei, Os Profetas e Os Escritos, que no seu conjunto formam a parte que modernamente designamos de "O Velho Testamento". Com a evolução e o crescimento do cristianismo no mundo antigo, foram agregados às Antigas Escrituras os textos sobre a vida de Jesus, sobre as ações dos apóstolos e discípulos, mais as cartas dos primeiros líderes deste movimento e somando ainda, mais um livro profético, sendo designados em conjunto como o "Novo Testamento".


Alguns conceitos da Bíblia nos dias de hoje

A Doutrina Espírita divide a Lei Mosaica, contida no Velho Testamento, em 2 aspectos: divino e humano.


O aspecto divino dos ensinos de Moisés está contido nos Dez Mandamentos, que são a base para os direitos humanos em grande parte das civilizações modernas, e que foram ratificados por Jesus.


O aspecto humano é o somatório das outras leis que serviram para reger as relações entre os indivíduos do povo judeu na travessia de 40 anos do deserto e depois na construção do país na terra de Canaã. Nestas leis, estão contidas regras que hoje em dia são consideradas muito ultrapassadas, como por exemplo: o apedrejamento das mulheres adúlteras e o sacrifício de animais para Deus.


A proibição de falar com os "mortos":

Esta orientação de Moisés está contida no livro Deuteronômio, cap. 18, vs.11. Primeiramente queremos argumentar que se isto foi proibido é por que é possível falar com os que já morreram. E que Moisés proibiu o povo judeu de entrar em contato com os desencarnados, devido aos homens não estarem preparados para isto, além de trazerem péssimos hábitos do período em que estiveram escravos no Egito. Os egípcios, acreditando que os mortos eram deuses, desprezavam a crença do "Deus Único", pilar principal da obra de Moisés.


Em segundo lugar, Jesus conversou com os "mortos" Elias e Moisés, no Monte Tabor depois da transfiguração. Foi Jesus mesmo que nos disse que tudo o que Ele fizesse nós também poderíamos fazer.


A Doutrina Espírita encara o Velho Testamento como um conjunto de relatos das lutas, experiências, crenças e esperanças do povo judeu. E que devem ser interpretados à luz da razão e do bom senso, pois só assim iremos nos afastar da radicalização e do fanatismo, dois sentimentos que já causaram muito mal à humanidade.


O mais importante no estudo do Antigo Testamento é que devemos ter sempre em mente que os ensinos lá contidos, e que podem ser aproveitados, não devem jamais contradizer os ensinos do Mestre Jesus. Aqueles que os contradizem não devem ser considerados como ensinos morais, mas somente como informações históricas.


O Espiritismo pauta-se principalmente no Novo Testamento, tirando daí ensinos que podem nos explicar o sentido da vida e direcionar os nossos comportamentos de uma forma mais benéfica para aqueles que nos rodeiam.


Encaramos Jesus Cristo como o maior mestre que já apareceu sobre a Terra, e seus ensinos devem ser praticados sem rituais ou dogmas, mas como regras práticas de vida, que podem ser aplicadas no nosso dia-a-dia.


Jesus não veio fundar religiões, mas oferecer aos homens o caminho da salvação, que consiste em fazer o bem ao próximo, como gostaríamos que o outros nos fizessem, conforme as suas próprias palavras.


Download: Auto Ajuda Através da Bíblia


Fonte: Espiritismo Página Inicial


Um comentário:

  1. Já li textos a respeito da bíblia na visão espírita que vem ratificar o que nossos amigos nos ofertaram aqui e com certeza concordo com todo esse estudo realizado afim de nos trazer respostas, mas tenho uma dúvida. O que Jesus quis dizer quando recomendou: Deixemos que os mortos cuidem de seus mortos? Se alguém puder me dar esclarecimentos ficarei grata. Meu e-mail é annemarques@hotmail.com
    Viviane Marques

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ou perguntas é muito importante para nós.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

ASSISTA A TV MUNDO MAIOR aqui dia e noite.

Watch live streaming video from redemundomaior at livestream.com
A maior riqueza do ser humano esta no conhecimento. Para isso temos o livre arbítrio que Deus nos deu. O ser humano evoluiu materialmente ( morávamos em cavernas ), mas não espiritualmente. Convido a todos para assistirem a "TV MUNDO MAIOR" aqui no "ESPIRITISMO PARA TODOS", a programação é de grande valor para a nossa evolução espiritual, os programas são espíritas, 24 horas de mensagens da melhor qualidade. O conhecimento não é pecado, pecar é não utilizar o livre arbítrio que Deus nos deu.

Leia outros artigos interessantes: artigos

Espiritismo, ligação com o SER MAIOR.


O Espiritismo respeita todas as religiões e doutrinas, valoriza todos os esforços para a prática do bem e trabalha pela confraternização e pela paz entre todos os povos e entre todos os homens, independentemente de sua raça, cor, nacionalidade, crença, nível cultural ou social. Reconhece, ainda, que “o verdadeiro homem de bem é o que cumpre a lei de justiça, de amor e de caridade, na sua maior pureza”. Conheça o Espiritismo começando a ler "O LIVRO DOS ESPÍRITOS".

Dicas e agradecimento

Nossa dica de filme sobre reencarnação, "Minha vida na outra vida" pela primeira vez na história, um filme retrata, com fidelidade, lógica e respeito, a reencarnação, tema de interesse de milhões de pessoas em todo o mundo, obrigado pela visita, volte sempre e que Deus ilumine o caminho de todos.

Tadeu.